30 de set de 2013

Um dia de cada vez...

Sou complexada com quem tem oportunidade e deixa passar. Fico encabulada com a forma como muita gente, convivendo com verdadeiros gênios ou tendo minutos ao lado de pessoas sábias, esquece-se que língua foi feita pra muito além do que falar da vida alheia, aprender. Mas me conformo quando penso que isso pode ser -de forma bem grandiosa- ou orgulho ferido ou ignorância demais.

Quando pensamos na quantidade de gente de coração bonito que já passou por esse planeta azul e que, muitas das vezes nós nem temos notícia dessas pessoas é engraçado notar que ao lado destes ícones,alguns sortudos vivenciaram verdadeiras lições e mesmo assim continuaram com a cabeça bem limitada e o coração embrutecido. Onde está a vergonha nossa quando vemos passar anjos que vão da lama ao lírio e que, se distinção, trabalham? O objetivo é um só: melhorar.

Hoje, uma situação boba me deixou ansiosa e com um pouco de angústia pensei sobre essas coisas. Mesmo pensando assim, eu tenho certeza que com a quantidade do que sei sou absolutamente suscetível às minhas vaidades e ao meu egoísmo e que por isso, em diversos momentos ainda vou cair no meu orgulho ferido. Ainda assim, alguns momentos brilhantes de raciocínio e mudança de conduta fazem-me sair da minha mesmice do meu inconsciente viciado tendências infantis e valem demais como triunfo pessoal :). Acho que isso deve ser o que a gente sente quando amadurece. Pena que semente nenhuma vira árvore de uma hora pra outra e muito menos dá fruto ou flor a qualquer momento. Mas é um dia de cada vez...


2 comentários:

  1. Gostei muito do seu blog.
    Achei muito delicado e meigo.
    Parabéns pela maneira com que você escreve.
    Tudo muito lindo! s2

    beijo
    Rhay
    fotovivendo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! <3 Sua doçura me deixou feliz :)

      Excluir